Teoria da Investigação Criminal Código: 9786500315820

  • Célio Jacinto dos Santos
EDITORA DEL REY
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Disponível: Previsão de Postagem em até 1 dia útil + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Compartilhar:
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Célio Jacinto dos Santos
ISBN9786500315820
Numero de Páginas346
Numero de Edição2
Ano de Edição2021
EditoraEDITORA DEL REY
Ano de Publicação2021
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

A primeira edição de Teoria da Investigação Criminal recebeu ótima acolhida da comunidade investigativa, principalmente dos delegados de polícia e de investigadores oficiais, que encontraram uma sistematização da matéria com elementos científicos que possibilitam o aprofundamento da investigação criminal, seja em estudos espontâneos ou em cursos promovidos pelas academias de polícia e, também, nas universidades.

A investigação criminal exige uma postura científica, indagando sobre o seu ser, o para que e porque se faz aquilo, em vez de insistir apenas no fazer automaticamente. A sociedade é dinâmica e o criminalista tem de debruçar sobre o ser, às vezes se reinventar, mas quase sempre se adaptar, principalmente devido ao dinamismo da criminalidade conforme evolui a sociedade.

O leitor certamente notará que a obra tem como função referencial dar a conhecer o universo da investigação criminal, com delimitação própria que a identifica dentre outras disciplinas científicas. Ao mesmo tempo a obra apresenta o objetivo de buscar o convencimento do leitor sobre a existência de uma gama robusta de saberes oriundos da epistemologia e outras áreas, os quais podem apoiar o estudo da matéria, inclusive com o aporte de uma linguagem bastante aderente a ela.

Embora os sentidos atribuídos ao longo da obra possam parecer inconformista ou transgressivo, ou quiçá, conservador para alguns e progressista para outros, caberá ao leitor identificar àquilo que é imanente à investigação criminal, sem deixar de lado as intersecções que a torna interdisciplinar.

Boa leitura!

Sobre o Autor

Célio Jacinto dos Santos

Diretor e professor do Centro de Estudos de Investigação Criminal – CEICRIM. Mestre em Criminologia e Investigação Criminal pelo Instituto Superior de Ciências Policiais, Lisboa, Portugal. Especialista em Processo Penal pela PUC Minas, campus Poços de Caldas. Coordenador da Coordenação de Altos Estudos em Segurança Pública, da Academia Nacional de Polícia – ANP, atual Escola Superior de Polícia – PF, de 2008 a 2011. Professor em cursos EAD da ANP, de 2010 a 2016, nas disciplinas Teoria da Investigação Criminal, Direitos Humanos, Criminologia, Ciências Policiais, Organização Criminosa e Crimes Eleitorais. Delegado da Polícia Civil de São Paulo, de 1993 a 1999. Delegado de Polícia Federal aposentado em 2016. Editor Responsável e Presidente da Comissão Editorial da Revista Brasileira de Ciências Policiais, de 2010 a 2011. Avaliador da Revista Brasileira de Ciências Policiais, de 2013 até a presente data. Colaborador em obras coletivas sobre investigação criminal, polícia judiciária, segurança pública e crime organizado, e autor da obra Investigação Criminal Especial: seu Regime no Estado Democrático de Direito.

Minha Conta